Crianças ansiosas: como ajudar os pequenos no primeiro mês de aula

Data: 10/02/2022 - 15:52  Para: Jornal Dia Dia - Portal de Notícias
Por: Máxima Assessoria    Bloquear Agência/Empresa
Remetente: Gabrielle Monice gabrielle@maximasp.com.br Celular: (11) 99207-9763
Minhas Editorias: Cidades Alterar Minhas Editorias
Editorias deste Release: Educação, Saúde, Cidades

A Máxima Assessoria foi notificada que este conteúdo não possui relação com nenhuma das editorias informadas.
Ao denunciar 2 vezes no mês a Máxima Assessoria será bloqueada para você não receber mais conteúdos.

Você fez 2 denúncias neste mês, portanto, a Máxima Assessoria foi bloqueada definitivamente.
Você bloqueou a agência Máxima Assessoria para não receber mais conteúdos. Você bloqueou o cliente Abranatu da agência Máxima Assessoria para não receber mais conteúdos.

Olá, tudo bem?

Crianças e adultos podem ficar um pouco ansiosos com o retorno das aulas. Para ajudar a acalmar o coração e o emocional de todos, o especialista Daniel Alan Costa ensina receitas para aplicar em família.

Segue sugestão de pauta.

Beijos,
Gabi

Crianças ansiosas: como ajudar os pequenos no primeiro mês de aula

Especialista mostra o caminho com dicas naturais para aplicar em família

O retorno das aulas pode ser motivo de muita ansiedade tanto para as crianças quanto para os pais, principalmente neste momento de pandemia da Covid-19. Depois da experiência das aulas virtuais e dois meses em casa de férias, voltar a ter contato com os amigos e professores pode gerar estresse e deixar esse início de ano mais tenso. E, por isso, é necessário ficar atento aos sintomas para evitar que fiquem fora de controle.

Naturopata e presidente da Abranatu (Associação Brasileira de Naturopatia), Daniel Alan Costa explica que esse sentimento pode ser paralisante e atrapalhar o dia a dia. Por isso, deve ser observado bem de perto por pais e responsáveis em casa e por professores e profissionais na escola. “O excesso de preocupação com qualquer área da vida ou o medo exagerado por qualquer motivo pode ser um sinal de que o corpo precisa de ajuda para equilibrar essas emoções”, afirma o especialista.

Dentro da Naturopatia existem várias terapias integrativas que podem ajudar a controlar esses sintomas.

Cromoterapia

Cor azul: essa cor atua como um grande calmante podendo ser utilizada em casos agudos como dor, inflamações, alergias inclusive as de pele. Atua nos casos de stress, estafa, convalescença, pressão alta, obesidade, taquicardia, palpitação, nervosismo, insônia, ira, irritabilidade, temperamento agressivo, ciúme, medo, insegurança, ansiedade e agitação.

Aromaterapia

Na aromaterapia tem o óleo de Patchouli (Pogostemon cablin), que além de auxiliar na falta de concentração, alivia a ansiedade em condições relacionadas ao estresse. Também é possível usar o de Lavanda e o de Camomila Romana.

“As propriedades harmonizadoras dos óleos essenciais vão oferecer um equilíbrio físico, mental e emocional duradouros aos alunos ou candidatos, por exemplo, extremamente importante no momento da prova. Mas é importante lembrar que os óleos essenciais não podem ser usados diretamente na pele. Nesse caso, a sugestão é o de inalar o aroma profundamente diretamente do vidro ou utilizar os colares aromatizadores individuais. Imediatamente já haverá estímulos das partes do cérebro relativas a memória e emoção”, explica Daniel Alan Costa.

Fitoterapia

Com propriedades calmantes, para ajudar na ansiedade e a dormir bem, alguns chás são recomendados: Passiflora, Camomila, Mulungu, Valeriana e Macela.

Limão, camomila e cidreira 

  • 1 xícara de açúcar mascavo (200 g) 
  • Casca de 4 limões, camomila (2 g) e erva cidreira (2 g)
  • 1 xícara de água. Ferver até o ponto de xarope. 

Indicações: Excelente efeito de modulação do humor, calmante, anti-hipertensivo. Tomar 2 vezes ao dia por 15 dias.

Limão, passiflora (folhas do maracujá) e mulungu

  • 1 xícara de açúcar mascavo (200 g) 
  • Casca de 4 limões, passiflora (2 g) e mulungu (2 g)
  • 1 xícara de água. Ferver até o ponto de xarope. 

Indicações: Calmante, relaxante muscular, insônia, depressão, ansiedade. Tomar 3 vezes ao dia por 30 dias.

Cristaloterapia

A terapia com os cristais consiste em equilibrar os corpos energéticos sutis e em consequência o corpo físico também entra em equilíbrio, pois um influencia o outro mutuamente. “Existem diversas formas de se trabalhar terapeuticamente com os cristais. A mais comum é por meio da disposição de cristais sobre o corpo, que pode ser sobre a área a ser tratada ou sobre chakras, importantes centros de energia que regulam em níveis mais sutis a nossa saúde. Podemos ainda ter o uso de elixir de cristais, que é a preparação de água potencializada com a energia dos cristais no qual fazemos uso para garantir o nosso bem-estar”, explica Costa.

Ametista: pedra básica do sétimo chakras é a pedra da meditação e transmutação, do autodomínio e do relaxamento. Proporciona estabilidade e clareza de pensamento. Atua como calmante e integra os sistemas do corpo.

Pirita: a pedra ajuda no tratamento de depressão, liberta de medos e frustrações, reduz a ansiedade. Ajuda na realização de sonhos. Pedra que atrai riqueza, dinheiro, assim como facilita a realização de bons negócios. Protege contra vibrações negativas.

Florais de Bach

Os Florais de Bach são bem aceitos atualmente e promovem alívio por meio de fórmulas naturais. Trazem melhoras em tratamentos no âmbito emocional, ajudando quem passa por problemas como a ansiedade. Consultar um terapeuta é importante para ter uma fórmula personalizada que atenda da melhor forma a situação atual do paciente, mas no geral alguns florais podem ter uma boa atuação.

A combinação de florais chamada Rescue tem a função de agir rápido para alívio emocional e pode ser usado em situações nas quais a pessoa precisa reestabelecer o equilíbrio emergencialmente. O Impatiens é indicado para aqueles que tendem a querer que tudo se resolva na hora, imediatismo que traz ainda mais ansiedade no dia a dia. O Red Chestnut ajuda a diminuir a preocupação em excesso, aquela que é exacerbada e sem motivos reais. Já o Mimulus pode ser usado para complementar e colaborar para diminuir o medo de tudo.

Meditação

A meditação promove a melhoria do autocontrole, como uma forma de equilíbrio da mente. Manter o foco no momento presente faz com que a pessoa de fato vivencie e experimente de forma profunda os eventos do dia a dia e isto faz total diferença. “O desequilíbrio nesta área pode gerar dois tipos de problemas: viver projetando ações, o que gera quadros intensos de ansiedade e leva ao sofrimento, ou mergulhar no passado, o que gera angústias, tristeza, culpa, dor”, enfatiza o naturopata.

Daniel Alan Costa - presidente da Abranatu (Associação Brasileira de Naturopatia), Especialista em Bases de Medicina Integrativa pelo Albert Einstein, diretor na Ebran (Escola Brasileira de Naturopatia), professor convidado d Curso de Especialização em Fitoterapia e Plantas Medicinais da EEP do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, naturopata, acupunturista integrante da WFCMS (World Federation Chinese Medicine Societies), coordenador do curso de pós-graduação em Naturopatia da UNIP.

Fotos

Responder para: Gabrielle Monice gabrielle@maximasp.com.br

Enviando, aguarde

Sua resposta foi enviada com sucesso!

Erro ao enviar resposta, tente novamente

Enviado Por: Máxima Assessoria    Bloquear Agência/Empresa
Minhas Editorias: Cidades Alterar Minhas Editorias
Editorias deste Release: Educação, Saúde, Cidades

A Máxima Assessoria foi notificada que este conteúdo não possui relação com nenhuma das editorias informadas.
Ao denunciar 2 vezes no mês a Máxima Assessoria será bloqueada para você não receber mais conteúdos.

Você fez 2 denúncias neste mês, portanto, a Máxima Assessoria foi bloqueada definitivamente.
Você bloqueou a agência Máxima Assessoria para não receber mais conteúdos. Você bloqueou o cliente Abranatu da agência Máxima Assessoria para não receber mais conteúdos.

Bloqueio realizado com sucesso.